História sobre Arnold Chiari , Siringomielia.

Minha VIDA pertence a DEUS

22/12/2015

Por: Rosicléia


     Desde criança sempre tive problemas de dores de cabeça,  nos braços, sempre tive dificuldades de fazer educação física na escola, os ortopedistas sempre falaram que eu possuía uma escoliose muito grande e com isso não fazia educação física, mas fazia ginastica corretiva nos centros de reabilitação isso durante minha vida no ensino fundamental, médio e superior.  Comecei a trabalhar como professora de matemática  no ano de 2000 e já apresentava dores intensas nos braços, principalmente no direito. As dores de cabeças eram intensas e meu braço ardia, queimava, formigava, quando acordava no meio da noite tinha que carregar o braço, pois ele estava frio e pesado como se estivesse morto  e também  não possuía sensibilidades no  braço direito, cheguei a fazer uma biopsia para saber se possuía hanseníase, mas deu negativo. No ano de 2006(maio, junho e julho) as dores já estavam insuportáveis e uma médica reumatologista me afastou das minhas atividades trabalhistas, pois já não estava agoentando mais as dores, mas no mês de agosto voltei a trabalhar. Conseguir uma ortopedista no inicio do ano de 2007 a qual me pediu um exame de eletroneuromiografia  a qual acusou um problema na cervical. Quando retornei com o exame ela pediu uma Ressonância Magnética do Crânio e já me enviou para uma média neurocirurgiã, a qual  explicou que eu nasci com uma má formação congênita e precisaria passar por uma cirurgia. Consultei mais 3 médicos neurocirurgiões,  os quais me disseram que não existia cirurgia para essa má formação, fiquei sem saber o que fazer. Me recusava a aceitar a cirurgia, mas minhas pernas começaram a ficar muito pesadas e já tinha dificuldades para andar, já não possuía mais condições de fazer as coisas básicas da vida como escovar os dentes, pentear os cabelos, etc... Em maio deste ano foi realizada a cirurgia para correção do Chiari , mas ocorreu a fistula e tiveram que repetir a cirurgia.

No mês de agosto deste mesmo ano as dores ainda continuavam e uma nova Ressonância mostrou que havia muito liquor represado na cervical, fiz fisioterapias, mas não houve melhoras.

Em Março de 2008 minha médica fez outra cirurgia e com essa  foi retirado o celebelo, mas ocorreu a fistula e tiveram que refazer a cirurgia novamente, foi posto o dreno para tentar cicatrizar a cirurgia, mas vazou novamente. Minha neuro me explicou que meu organismo estava rejeitando a dura mate. Então iria tirar um material de minha coxa e colocar no lugar da cirurgia para tentar confundir meu organismo e depois colocar a dura mate e graças a Deus deu certo. Foram 5 cirurgias(duas em 2007/24 dias de internamento e 3 em 2008 com 50 dias de internamento). Minha cervical ficou(está) muito dolorida e meu pescoço não consegue ficar relaxado, todo tempo é tenso, fiquei com problemas de aderência na cervical e meus braços doem muito, pois ainda tem a SERINGOMIELIA a qual está muito grande, ela vai de C2 até toda a toráxica . Minhas pernas estão cansadas e minha mão direita(arde, queima, formiga, está dormente e sem forças) vive travando muito a esquerda está com a síndrome do túnel do Carpo, mas o que mais incomoda é a pressão que sinto na cabeça e com ela vem a tontura, ânsia de vômito e desequilíbrio. Voltei a trabalhar no final de 2008(trabalho a 320KM longe da capital e de minha família e só consigo viajar usando o colete cervical, pois o pescoço não consegue agoentar a trepidação da estrada) até abril de 2015, quando as dores se intensificaram e minha neuro me afastou novamente. Hoje faço fisioterapias: hidroginástica, RPG, PNF, fisioterapia motora, acupuntura, ultrassom, tens e calor; porém as dores continuam; minha neuro já informou que cirurgia somente em último caso, mas gostaria que fosse realizada o quanto antes. Estou com problemas de Apinéia a qual me deixa com falta de ar ao dormir. Minha medicação até novembro de 2015 era formulada( amitriptilina+codeína+ciclobenzaprina e paracetamol) hoje mudou para : Lyrica de 150mg; Mitrul; Oxicontin; Amplictil; Amytril, porém fico muito grog e estou ficando muito tempo na cama e tonta. Mas com tudo ainda sinto muitas dores, gostaria de me submeter a uma cirurgia para tentar me livrar dessa Seringomielia.

 

 

Conhece alguém que deveria ler essa história? Compartilhe

0 comentários

Entrar o registro Deixar um comentário


Arnold Chiari também é conhecido como...

Sinônimos de Arnold Chiari

Eu tenho Arnold Chiari?

Como saber se eu tenho Arnold Chiari?

Cura do Arnold Chiari

Arnold Chiari tem cura?

Tratamento natural do Arnold Chiari

Existe algum tratamento natural para Arnold Chiari?

Famosos com Arnold Chiari

Famosos com Arnold Chiari

Arnold Chiari e depressão

Arnold Chiari e depressão

Arnold Chiari - diagnóstico

Como Arnold Chiari é diagnosticado?

Prognóstico do Arnold Chiari

Prognóstico de Arnold Chiari